Notícias

Aprendiz da Criar ganha medalha de Bronze em Olimpíada de Astronomia

 

O papel da escola é incentivar a curiosidade dos aprendizes e a Criar e Recrear tem desempenhado muito bem esse papel através dos projetos “Universo” e “Encontrando nosso endereço no universo” são projetos que cativaram os aprendizes do 4º e do 5º ano da Criar a participarem da 19ª edição da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA).

Filipe Calheiros Wanderley de Oliveira, o nome é do aluno do 5º ano da Criar e Recrear que recebeu medalha de bronze na OBA. O aprendiz, que nunca havia participado de nenhuma olimpíada, acredita que a experiência em participar de uma foi muito boa. “Quando soube que a olimpíada era do Brasil inteiro me surpreendi porque não sabia que iria participar de uma prova tão importante e o resultado foi muito bom”, aponta Filipe.

O interesse pelos astros surgiu logo após visitar a Usina Ciência da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), onde o aprendiz teve um contato maior com esse universo. Curioso, ele não quis parar e, agora, pretende participar da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM) e promete estudar bastante para conseguir mais uma medalha. “Próximo ano quero fazer a OBM, e já que é uma prova nacional e bastante concorrida eu vou estudar bastante para ganhar mais uma medalha”, pontuou o pequeno.

Sobre a OBA

A Olimpíada possui uma única fase, que conta com uma prova realizada na escola integrante. Este ano, a avaliação dos participantes da OBA aconteceu dia 13 de maio. As questões engloba habilidades em geografia, matemática, astronomia, astronáutica, entre outras áreas da ciência.